segunda-feira, 15 de maio de 2017

Saber romper-se

Tomar distância de algumas pessoas, as vezes, é necessário.
Não por descaso, ódio ou indiferença,
Mas a favor da saúde mental.

Nem todos os amigos que a gente conheceu no passado
Continuam sendo as mesmas pessoas.
Algumas mudaram.
Pra melhor, pra pior...


E nem todas as mudanças se encaixam com as nossas próprias mudanças internas, ou seja, aquelas que ocorreram dentro de nós.

Há mudanças que ainda se encaixam,
Que aconteceram no mesmo ritmo, no mesmo sentido.
Há outras, que tornaram-se antagônicas e que não mais se casam, não mais podem conviver.
E não é nada fácil administrar isso, afinal,
Não se trata apenas de perder um amigo,
Mas também um pedaço de si.

E se por um lado, há perdas...
Por outro, há ganhos!

Saber afastar-se sem romper os laços é um bom sinal de amadurecimento.
Saber que novos amigos podem surgir
É alimentar a esperança.
Saber que a vida se transforma,
Gera a convicção de que
"Amanhã será um lindo dia, da mais louca alegria que se possa imaginar".

Perceber-se dentro de um contexto de mudanças
É conseguir olhar para si mesmo e ter a oportunidade de identificar, o que se quer - ou não - transformar.

Ter o outro como ponto de referência,
E não apenas existir a partir do outro.
Referência quanto ao que posso me igualar ou ao que devo me diferenciar, quanto ao que é amargo ou doce, falso ou verdadeiro...

E com alguns fins,
Novos começos!
Novas músicas,
Novas danças,
Novos conceitos,livros, sobrinhos, tias, tios, amigos, amores, piadas, gostos, filmes, opiniões...

Um novo amanhecer.
Um novo 'eu'.

E se ficou pra trás,
Abandonado por suas próprias transformações:
Um belo dia pra você.

Lauraine Santos


Maio de 2016

Aprendi sobre o aprender



Aprendi que não saber não pode ser motivo de estagnação. Pelo contrário.
Deve servir para estimular a busca pelo conhecimento.

Fixar conteúdo é diferente de estimular o pensamento crítico e interpretativo. Por isso, tanto para aprender quanto para ensinar conteúdos "imutáveis", apelo muito para questionários.


Já para o pensamento crítico, é necessário que o conteúdo "imutável, concreto" esteja bem mastigado, fixado na memória, pra que o aluno tenha condições de se contextualizar e de desenvolver um pensamento coerente, lógico.

Respeitar o modo de aprendizagem de cada um... Eis aí uma coisa que muito professor precisa aprender...

Lauraine Santos.

Mensagem para as mães...

As vezes, as mães dizem aos filhos para que aprendam a se proteger, e dão MIL instruções!!

"Não fale com estranhos!
Cuidado com as fotos em redes sociais!
É melhor você se afastar de determinadas companhias!
Tem que aprender a limpar seu quarto e banheiro, ou pode contrair uma doença!
Olhe para os dois lados antes de atravessar a rua! ..."


Entre outras instruções mais, algumas que parecem até bem loucas.

O lance é que os filhos observam não só as regras, mas os princípios que ditam as regras. E é aí que muita mãe perde a ponta da corda!

Por exemplo, toda ordem de segurança dada, perde o valor no dia que o filho se dá conta de que sua mãe, responsável pela sua vida, ainda que em sua companhia, frequentemente, atravessa a pista fora da passarela!

Aí a coisa complica. Não porque a regra foi negligenciada, mas porque o princípio da regra, segurança e cuidado com a vida, foi ignorado.

As incoerências são absolutamente normais em qualquer ser humano. No entanto, quando se tem um filho a zelar, educar, criar e forjar caráter, a vigilância deve ser constante, ou, todo o seu discurso será demagogo e sem valor, logo, será ignorado!

Neste dia, além de uma homenagem às mães, deixo também esta dica, que sejam exemplos dos princípios tanto quanto das regras, para que a regra, quando quebrada, seja vista como exceção e sinônimo da sua humanidade e não como sinal de sua hipocrisia.

É isso que tenho aprendido.
E pela admiração
Por tudo que foi e tem sido observado ao longo da vida
Casando discursos, regras, princípios, gestos e atitudes,
Compreendo as incoerências da melhor amiga que uma pessoa pode ter: a mãe!

Compreendo e o mais importante:
SIGO O EXEMPLO!
(TENTANDO MELHORAR DAS MALUQUICES, MAS, JÁ ME INFORMARAM QUE PIORA QUANDO A GENTE TEM FILHO, KKKKKK)

#CICLOsemFim

Lauraine Santos.

sábado, 6 de maio de 2017

Aquele momento que alguém abriu a janela da sua vida e você vê o vento levando e espalhando todos os papeis acumulados ao longo dos anos....

Pandora e minha caixa


Pandora trouxe-me sua caixa
E eu, tão curiosa quanto qualquer fêmea,
Não contive a curiosidade,
Cometi o mesmo erro de milhões de curiosos anteriores a mim,
Abri a caixa para ver o que tinha dentro mesmo sabendo que a encomenda podia nao ser para mim.


Derramei
Sobre o meu leito
O pecado mortal da curiosidade.

Deleitei-me
Aguçada de todos os sentidos investigativos e excitantes.

Corrompi-me
Na busca pelo prazer que me é devido e que não me havia sido dado.

Entreguei-me
Aos caprichos do corpo que por pouco não me azedam a alma.

Desfaleci
Submersa e sufocada
Pelos desejos e tragédias contidos na caixa de Pandora que eu mesma abri.

Lauraine Santos.