terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Ignorar ou empurrar da escada? Eis aí uma grande questão!

Ignorar ou empurrar da escada? Eis aí uma grande questão!
O que fazemos com a raiva?
Fingimos que ela não existe e que não estamos nem sentindo, ou a deixamos manifestar-se com toda a sua fúria?
Quando a pessoa está bem, ela pode afirmar racionalmente que ignorar é o melhor remédio. Porém, quando pisam no seu calo, sai de baixo!
Ela roda a baiana!
Chuta o pau da barraca!
Bota pra quebrar!
Não quer nem saber!!
O equilíbrio está entre não ignorar e não supervalorizar.
Sim, a ira impulsiva é uma supervalorização da raiva.
Como se ela fosse a mais forte e importante das sensações.
Há pessoas que lidam melhor com a raiva.
Se este não é o seu caso,
Não deixe que este sentimento atrapalhe a sua vida e
Te leve a atos prejudiciais.
É possível canalizá-la de modo positivo para seu próprio proveito.
Não hesite, procure um profissional. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença