terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Fé que cura

Louco é quem afirma que o cristianismo não cura a alma!!Numa religião tradicional, bem tratada e trabalhada, cuidada, temos as figuras chaves para o desenvolvimento psíquico do ser...Pai, mãe, amor, perdão... Tudo isso e muito mais são elementos bem compostos numa fé sólida.
Digo do cristianismo porque é o que eu conheço...
Dá aos órfãos, um Pai divino e uma mãe Igreja protetora. (No catolicismo, oferece uma figura materna até mais literal como mãe, Maria).
Dá às ovelhas perdidas, O bom pastor.
Dá às culpas e aos pecados, perdão.
Dá ao passado ruim, um enterro, um novo significado e um novo futuro.
Dá aos solitários, irmãos.
Dá à vergonha, um fim.
Dá aos desesperados, a esperança de um futuro bom e muito além da vida.
Dá aos perdidos, O caminho.
Aos inseguros, alicerces firmados na Rocha.
Aos rejeitados, oferece amor.
E o principal: aceitação!!
O evangelho diz ao homem que ele é aceito como ele é!
Não diz para permanecer como está, mas o aceita como está.
Depois de se sentir aceito, o homem busca por aprovação
E nessa busca, encontra a transformação, pois não quer apenas ser aceito pelo Pai, quer também ser profundamente aprovado... Quer ser o mais parecido que puder com esse Pai.
E em Cristo, alicerçado das figuras cruciais e dos elementos essenciais à sanidade mental,
(pai, mãe, irmãos, bom pastor, segurança, rumo certo, esperança, e etc...),
O homem encontra o que tanto procura:
 Aprovação!
Encontra o prumo, o equilíbrio, a saúde, a visão.

Não existe melhor mapa de cura do que a fé.
E com base na MINHA (veja bem, estou citando única e exclusivamente a minha ) pouca experiência, não há nada mais curativo do que o cristianismo, o evangelho em sua essência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença