segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Nota de falecimento

Quem morreu?
A minha fé nas pessoas,
A minha crença de que o mundo pode ser um lugar melhor.
A minha esperança de poder confiar nas pessoas que me cercam...
Quem morreu?
O bom senso e a fidelidade.
O amor. O amor morreu. Assassinado.
Trucidado. Violentamente estuprado.
Com graves sinais de tortura.
O infeliz que não aprende a amar,
Leva o resto da vida só sabendo machucar.
Só sabe ferir a quem o quis amar.
E a morte, neguem o quanto quiser, é mais forte que o amor.
Mata o amor, tortura o amante e o deixa enlutado.
É uma pena, que nesses pouquinhos, se morra um pouco também...

Lauraine Santos

Rio Bonito, 25 de agosto de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença