segunda-feira, 15 de julho de 2013

Quase desisto


Maldição são essas conjuntivas tão próximas que fazem todo judeu parecer vesgo!
Ahh, eu era escrava das horas!! Sentia-me nua na ausência do relógio de pulso.
Hoje, apesar do inverno, só quero usar meias com chinelo de dedo, e passar o dia sem precisar tirar o pijama. 
É um inferno ter que acordar sem vontade. 
A atividade me espera. 
O corpo diz: 'levanta! Eu preciso me mexer!'
A preguiça diz: 'Não vai, não. Está tão bom aqui...'
Nesse cabo de força, a preguiça está ganhando. 
Mas sei que é só até daqui a pouco, quando voltarem os enjoos e o mal estar... 
Entrará em cena a consciência, o demônio acusador que me dilacera a imagem de boazinha. 
E de ervas amargas qualifico minha existência. 
Apesar da segunda-feira infrutífera, é mais prático culpar aos deuses e aos gatos.

Eu desisto de tentar entender!! 
Desisto!!!! 
Desisto de tentar, quase desisto de lutar, mas, não me resta outra opção, a não ser viver. 


terça-feira, 9 de julho de 2013

Texto Incompleto

Os grandes templos são os inimigos do verdadeiro evangelho, inimigos do sentido de igreja, que significa: chamados para fora.

Os grandes e confortáveis templos nos convidam a permanecer dentro das paredes...