terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Paciência

Lá vem a madrugada,
Lá vem a desilusão e os sonhos que viraram pesadelos.
Lá vem a insônia e a vontade de dormir.

Lá vou eu pensar no que não dizer, no que não fazer.
Para não sofrer, para não ferir, para não machucar.
Cá estou eu, procurando soluções para problemas que nem sei se tenho.

São sempre os meus sentimentos,
É sempre o meu sofrimento,
Sempre o meu ponto de vista, o meu egoísmo,
Sempre a minha vida em lamento pelo que não vivi
 -  acabo esquecendo que ainda existe o 'ainda'...

O que não vivi, não vivi ainda,
Mas poderei viver.
É só uma questão de tempo,
Uma questão de atitude,
De paciência...

E agora, lá vou eu, encontrar-me com minha paciência.
Criar um canto com meu lamento de vida rimado a esperança que me abraça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença