quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Boa noite.

Tem horas que a certeza me dá força pra continuar
E repentinamente o medo me afunda, me puxa pra baixo, me afoga!

Passo horas me lamentando sem conseguir sair do lugar,
Estática sem conseguir lutar contra o mal pensamento que me aflige.
Imaginando, fantasiando vidas que não poderei viver...

E sem querer pensar em nada, busco companhia.
Encontro uma amiga,
Desabafo poucos medos, escondo o que realmente me perturba,
Ainda assim, me sinto um pouco melhor,

E tentando esquecer de tudo, me desligo do mundo,
Preciso dormir.

Boa noite!