sábado, 28 de julho de 2012

Sobrevivo de pensar em você

Algumas coisas me fazem tremer mais do que o Japão em dia de terremoto!
Sentir o coração pulando dentro do corpo e ter que fingir naturalidade não é nada confortável!
Ter que expressar um sorriso menor do que a alegria que se sente
É racionalizar o que a razão desconhece.

Não sei como esconder dentro de mim tamanha felicidade,
Meu ego está, como se diz por aí, nas nuvens!
A sensação de frio nas mãos, suor gelado,
Coração acelerado, olhos brilhando...
Tudo me condena!
Não tem muito como esconder,
A paixão nunca passa despercebida,
Ela faz questão de se fazer notar.

Nesse caso, me entrego por completo,
Atiro-me no precipício que é o teu sorriso escancarado,
Desfaleço na ilusão,
Ressuscito no desejo
E sobrevivo de pensar em você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença