quarta-feira, 11 de julho de 2012

Abutres sociais

Os abutres aterrizam fazendo festa,
Um baile de gala se inicia:
São os políticos curtindo a carnificina do povo.

A festa tem música  ambiente
De latas e sacolas plásticas
É o governo se divertindo no lixão.

É o povo, é o luxo, é o lixo, é a dita civilização.
São os mortos, os abutres, o fedor, a ausência de punição.
E numa visão de valores,
Melhor ser lixo, ser morto, do que ser abutre vestido de luxo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença