domingo, 27 de maio de 2012

Nova paixão


Homem poderoso e bonito sempre atrai,
Se for culto o corpo até contrai!
Mas se for burro, nem mesmo distrai.
Hoje escrevo coisas que há alguns anos eu nem entendia,
Posso afirmar que o que sinto é muito mais que calafrios...
Nenhum vulcão é tão fervente quanto a atração entre dois corpos.
E talvez, pela primeira vez eu não esteja falando de sentir do modo abstrato,
O sentir que aqui deponho é bem palpável!

***

            É atual, muito recente. Ainda nem decorei teu olhar...
Mas sei a euforia que me dá ao fechar os olhos e lembrar a segurança transmitida,
A intelectualidade florida no teu semblante,
O bom humor latente...

Isso tudo atrai, contrai, me derrete e me entrega de bandeja pra você, que certamente nem imagina ser tão poderoso.
Só sei que  me fascina sem eu conseguir controlar esse vício de te querer. 

Sem conseguir dizer mais sobre o que você me desperta porque não posso, e também, porque nem sei dizer muito sobre você, melhor encerrar aqui, antes que eu exponha o que deve ficar guardado somente entre eu e eu mesma... Pois é, você também não deve saber - e nunca saberá... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença