segunda-feira, 28 de novembro de 2011

De quem dependem os seus sonhos?

Você acorda, segue (ou não), todo um ritual de ir ao banheiro, tomar banho, trocar de roupa, escovar os dentes, tomar café, pensar nos afazeres diários, e assim começa mais uma segunda feira já recheada de preguiça e de sonhos incompletos pelos quais você acredita que trabalha de forma insuficiente para alcançar, por isso nunca se concretizam e parecem cada vez mais distantes apesar de todo esforço que você faz, de todo tempo que você leva inclusive planejando e criando estratégias para realizar-se.

Seus dias têm passado tão rapidamente que você nem percebe. Quando se dá conta já está na hora de dormir, de acordar, de fazer acontecer, mas parece que nada nunca acontece como você quer para ser feliz. Seus sonhos vão ficando guardados na gaveta da infelicidade, onde acabam ficando empoeirados, esquecidos e só relembrados ocasionalmente como forma de martírio, como uma maneira de se fazer sofrer por não conseguir alcançá-los.

É ruim perceber que os nossos sonhos estão distantes do que podemos realizar, pior ainda é perceber que sofremos por esses sonhos que são muitas vezes mesquinhos se comparados a realidade miserável da humanidade. No entanto, a carência causada pela miséria não podemos resolver sozinhos, trata-se de má distribuição de renda, politicagem e poderes que não nos pertencem, enquanto os nossos sonhos dependem unicamente de nós mesmos. E é nessa parte que às vezes fico confusa. Porque sei que não temos como realizar nossos sonhos totalmente sozinhos, vivemos em sociedade, família, sistema político e religioso, tudo nos envolve. Somos passivos e ativos numa mesma vida!

Sei que nem todos os meus sonhos dependem de mim, porque por melhor que eu trabalhe, o salário será o mesmo no final do mês, porque por mais que eu estude, existe o sistema salafrário que vai comprar minha vaga na universidade pública, independente de eu ter condições de pagar uma particular ou não. Que ainda que eu leve meus filhos a igreja, pode lá haver um pedófilo, ou mesmo que eu vá, poderá ainda assim haver um pedinte de dinheiro em nome de Deus, que me levará todo mísero dinheiro que eu levo o mês inteiro lutando para conquistar. Porque sei que por mais que eu me esforce, as melhores vagas de emprego serão, em geral, de quem tem forte “QI” (“Quem Indique”).

Desse modo, percebo então que não! Infelizmente, meus sonhos não dependem unicamente do meu esforço! Também sei que esses sonhos não dependem dos meus pais, parentes ou amigos. Não dependem da sociedade ou da igreja. Muito menos de encontrar o amor de um conto de fadas encantado. E volto a crer que os meus sonhos dependem unicamente do meu relacionamento com Deus. É quando percebo que os sonhos de Deus são maiores que os meus. E que se eu estiver no centro da vontade dEle, tudo mais se realizará.

Sendo assim, entendo que os meus sonhos serão reais, porque Deus estará me guiando para alcançá-los; porque Deus não tem sonhos fracassados. Porque o que Ele promete, Ele cumpre. Basta você estar disposto a confiar e a agir conforme o querer dEle. Para isso, é necessário apenas que você se relacione com ele, afinal, amigos sabem um o que o outro pensa, sente e estão sempre juntos!!!

Lauraine Santos.