sábado, 13 de agosto de 2011

Conclusão do dia

Verbalmente não sou de gestos largos.

Ouço o aroma da chuva e saboreio a paz que me alimenta a alma...

Estou em paz comigo,

Porque sou conscientemente incapaz de prejudicar a quem quer que seja,

Porque não sinto prazer nos desprazeres da vida de quem não sabe amar.

Sou abençoada, pois consigo entender que a justiça de Deus é perfeita.

Reconheço meus defeitos e qualidades, e sei que meus piores defeitos, são os que dizem respeito diretamente ao meu relacionamento com Deus.

Estou satisfeita, porque sei que não preciso de mais do que o que tenho para viver:

Tenho amor, o que vestir e o que comer.

Por maior que seja a minha vaidade, sei que isso é o que me basta.

Quanto ao resto do mundo, não sei, mas eu não trocaria a minha vida,

Porque a paz que sinto quando deito a cabeça no travesseiro,

Não há valor que pague!!

3 comentários:

  1. Oh, Preciosa e Fabuosa Amiga:
    Um texto magistral feito com o seu encanto e ternura lindos.
    Parabéns sinceros. Tem um blogue de fascínio.
    MUITO OBRIGADO pelo seu carinho. É maravilhosa e doce.
    Beijinhos amigos de pureza cristalina.
    É mágica no que faz, sabia?
    Com respeito,estima e consideração gigantescas pelo seu sentir extrairdinário.
    Sempre a admirá-la

    pena

    Honra-me, a sua pura amizade.
    MUITO OBRIGADO pela sua simpatia.
    Bem-Haja, perfeita amiga.
    Adorei.
    Linda.

    ResponderExcluir
  2. Essa é a paz maravilhosa que muitas pessoas querem, mas não sabem encontrar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai amiga! Que delicia ler você!
    É transparente como a água límpida de uma nascente.
    É farta e supre a necessidade da sede de quem se importa em beber.
    É inspiradora e obtem de nós os melhores sentimentos.
    Tenho a paz que excede todo o entendimento essa que tão lindamente você expôs com tamanha verdade.
    Sabemos e vivemos a Palavra que diz que a Graça de Deus nos basta.
    bjs de quem te ama no amor de Deus
    Soraya Barros

    ResponderExcluir

Marque presença