sábado, 23 de abril de 2011

Dois tempos em nenhum

Somos dois tempos vivendo em tempo nenhum.

É triste, mas não sei como dizer.
É a realidade, mas nem de longe traduz a realização idealizada.
É o agora que não produz futuro e me faz lamentar ininterruptamente pelo que ainda não foi e que nunca será...

Não que eu não tenha fé,
Apenas porque o presente momento não está produzindo futuro...
Tão triste isso.
Tão triste viver assim.

Somos dois tempos.
Um no tempo de viver.
Outro no tempo de morrer.
Ambos tentando viver tempos que não os pertence.

Ambos sofrendo e amando... sem produzir o futruro....

2 comentários:

  1. Ambos sofrendo e amando... sem produzir o futruro....

    e hoje em dia,quem é que pensa no futuro?difícil!
    Lindo Poema!
    Já estou a seguir-te,Querida.
    Um Beijo

    ResponderExcluir
  2. nossa flôr...
    já senti na pele issO...

    mais ó, tow
    aki pra te deixar
    um mega bjO
    e já te sigo viu

    (nate)

    ResponderExcluir

Marque presença