quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Criança, adolescente, adulta: quem eu sou? Onde estou?

Quando eu era criança, sabia que era criança, mas queria ser adulta.
Em adolescente, tinha certeza de que era adulta.
Agora, não sei o que sou.
Mas acho que sou um jovem adulta!


Hoje, não quero ser adulta. É pesado demais... muitas responsabilidades que me tirariam (tiram o conforto).
Não quero ser criança. Tenho vontades próprias, não quero ninguém mandando em mim sem que eu possa recusar obedecer a ordem.
Não quero ser adolescente, e ser criança demais para fazer o que quero e adulta demais pra cumprir com minhas obrigações.
Não sei o que quero, mas espero uma hora descobrir quem eu sou e em que estágio da vida estou.

Lauraine Santos.

Um comentário:

  1. bom mesmo é ser adulto e as vezes resgatar de dentro de nós a inocência daquela criança que fomos.
    seriamos mais felizes , creio eu...

    um beijo ,minha linda!

    ResponderExcluir

Marque presença