sábado, 21 de novembro de 2009

PARTE V


Ermengarda decidiu em seu íntimo que acompanharia seu novo amigo, afinal, se ele quisesse fazê-la algum mal, já teria feito. Porém, antes de acompanhá-lo, ela pediu que o jovem aguardasse alguns minutinhos, para que ela fizesse uma breve reza que dizia o seguinte: querido Papai do Céu, ainda hoje sei que São Jorge está na lua montado no dragão lutando contra algum cavalo filho duma égua, também sou capaz de ver a Virgem Santa Maria Madalena alimentando aos animaizinhos, e São Francisco de Assis lutando pela Reforma Protestante nos Estados Unidos da América. Acredito que o ET só existirá na Era Futura de Steven Spielberg e que tudo não passará de cinema Holywoodiano; sendo assim, peço que não deixes que a Assaltante de Trem nos alcance e que no bordel as pessoas sejam normais e que esse rapaz seja do bem... Amém!
Neste momento Epaminondas chegava a estar atordoado. Jamais vira tamanha devoção e desconhecimento geral em uma só pessoa.
No caminho decidiram que Ermengarda ajudaria na venda de pipocas, seria uma forma de não deixa-la sozinha tão próxima aos tarados ricos da cidade. Também Epaminondas aproveitou para explicar a Ermengarda que, São Jorge não está na lua, que ele monta no cavalo e mata o dragão; que Maria Madalena não era virgem nem muito menos santa e que São Francisco de Assia não participaria da Reforma Protestante, que também não ocorreu nos estados Unidos da América, e sim na Alemanha, quanto as demais coisas, ele não podia prever o futuro, mas acredita com certeza que o filme ET será um marco na história das melhores produções do cinema.
O casal conversava fluentemente, com se fossem velhos amigos. A jovem estava altamente impressionada com a inteligência de seu novo amigo. Ele, por outro lado, estava altamente impressionado com a “dês-cultura” daquela moça. Ela lhe pareceria uma louca se não falasse coisas do futuro as quais ele desconhecia, mas sabia serem possíveis!
Após Ermengarda falar sobre um futuro com geladeira, luz elétrica, fast food, celular, computador, aeronaves e etc e talz, ela não resistiu e perguntou sobre as pessoas do bordel. Ela ainda não havia se dado conta, mas já haviam chegado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença