sábado, 23 de maio de 2009

Hoje

23/05/2009... quase final de mês e quase nada escrito nem descrito nessa porcaria de blog onde tenho preguiça de digitar minhas melancolias já expostas no papel.

Sinto uma enorme tristeza e um gigante vazio causados pela frustração de conseguir compreender que a responsabilidade não compensa e de que a irresponsabilidade também não! O maior desafio então, é saber que nenhum dos pólos compensam, nem o positivo nem o negativo, e concluir que na verdade: nada compensa (ao menos, não como deveria compensar).

Positivo ou negativo não faz diferença, todos eles saem como fotos não reveladas onde temos que, se quisermos vê-las, colocá-las contra a luz e forçar os olhos de maneira sobrenatural para ver, enxergar e compreender o que se esconde em cada filme, em cada imagem exposta indispostamente de maneira proposital para que nada se veja do que já se viveu.

Um pano escuro, escondendo o passado, tentando revelar o futuro... e tudo o que consigo definir se resume sempre ao nada.

E é assim, que mais uma vez me sinto.

E termino por aqui, pois nenhuma luz será capaz de tirar-me deste breu em que me encontro totalmente perdida.

Lauraine Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marque presença