sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

o q eh ser chato...

Chato é...

ah é chato,
chatoliudo.. mala...
chato nao se discute: é chato...
é aquele q vc ve de longe e diz: vai chuveeer ...

e sai todo mundo correndo pra se esconder...

rsrs... definições do mundo humano!!

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Quanto vale?!?

O som das armas,
a visão dos mortos,
o último abraço que não foi dado,
a sensação de perda,
a perda que nunca mais se achará!

a miséria comum,
a fome banalizada,
a esmola para trocar por votos,
a realidade inexpressa pelos jornais.

a vida valendo apenas até encontrar um punhado de pólvora,
e eu e você,
sentados,
lendo notícias mentirosas, incompletas e sendo "coniventes" com tudo o que dizemos repugnar!

quanto vale a sua vida?
quanto vale quem você ama?
quanto valem os seus ouvidos, para que você deixe o som dos tiros ecoarem na sua cabeça?!
quanto valem os seus olhos, para nos permitimos ver tamanhas crueldades!?

quanto vale a sua vida, pra continuar neste mundo sem tentar mudar?!
quanto vale a vida de quem você ama, pra não tentá-lo preservar?!

eu te pergunto o quanto vale!
Quanto vale ler tantas notícias,
ser culto e letrado, e não tentar, pelo menos TENTAR
impedir que esta Merda de democracia nazista e falsificada
destrua quem você ama?!?!?

QUANTO VALE, hem?!?

quanto... quanto vale..?!?!

Lauraine Santos... 09/02/2008
Vem, vamos embora Que esperar não é saber Quem sabe faz a hora Não espera acontecer...

Caminhando e cantando E seguindo a canção Somos todos iguais Braços dados ou não Nas escolas, nas ruasCampos, construções Caminhando e cantado E seguindo a canção...

Pelos campos há fome Em grandes plantações Pelas ruas marchandoIndecisos cordões Ainda fazem da flor Seu mais forte refrão E acreditam nas flores Vencendo o canhão...

Há soldados armados Amados ou não Quase todos perdidos De armas na mão Nos quartéis lhes ensinamUma antiga lição: De morrer pela pátria E viver sem razão...

Nas escolas, nas ruas Campos, construções Somos todos soldados Armados ou não Caminhando e cantando E seguindo a canção Somos todos iguais Braços dados ou não...Os amores na mente As flores no chão A certeza na frente A história na mão Caminhando e cantando E seguindo a cançãoAprendendo e ensinando Uma nova lição...
Composição: Geraldo Vandré.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Estou amando???.... Pouco não!!!!

Roupa Nova diz tudo... o q sinto é que amo, simplesmente amo cada dia mais!!

Amar!É quando não dá maisPrá disfarçarTudo muda de valorTudo faz lembrar vocêAmar!É a lua ser a luzDo seu olharLuz que debruçou em mimPrata que caiu no mar...Suspirar sem perceberRespirar o ar que é vocêAcordar sorrindoTer o dia todo prá te ver...O amor é um furacãoSurge no coraçãoSem ter licença prá entrarTempestade de desejosUm eclipse no finalDe um beijoO amor é estaçãoÉ inverno, é verãoÉ como um raio de solQue aquece, tira o medoDe enfrentar os riscosSe entregar...Amar!É envelhecer querendoTe abraçarDedilhar num violãoA canção prá te ninar...Suspirar sem perceberRespirar o ar que é vocêAcordar sorrindoTer o dia todo prá te ver...O amor é um furacãoSurge no coraçãoSem ter licença prá entrarTempestade de desejosUm eclipse no finalDe um beijoO amor é estaçãoÉ inverno, é verãoÉ como um raio de solQue aquece, tira o medoDe enfrentar os riscosSe entregar

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008



Um

dia

após

o outro

...

essa

é

a

lei

imutável

da

vida

...

além

da

morte,

é

claro

!!!